Lilypie
Lilypie Fifth Birthday tickers
Terça-feira, 20 de Janeiro de 2009

Todo "endrominado"

Ser pai despertou-me de uma forma incrível para as grandes imperfeições da nossa condição humana.
De facto após sermos pais e termos alguém que é totalmente dependente de nós a vida muda de uma tal maneira que nunca mais conseguimos estar tranquilos daquela forma absolutamente "olímpica", totalmente despreocupada...
Mas o  mais engraçado é que andamos sempre ansiosos por algum sossego, por paz e por tranquilidade, mas quando ela chega... não estamos bem! Confuso?... Pois ser pai é assim mesmo...
No passado domingo estive a trabalhar até à meia noite. A minha gaivota também, mas em Coimbra, no estágio actual dela. Resultado: os pequenos tiveram que ir dormir à minha sogra, para não estarmos a mudá-los à meia noite e meia, acordando-os e fazendo-os passar frio desnecessariamente.
E quando cheguei a casa, coincidindo com a chegada da minha mais que tudo, eis que não consegui sentir, em momento nenhum, aquela alegria, tranquilidade e paz que pensei poder vir a sentir por perspectivar uma noite sem choros e inquietações.
Mas não! A casa parecia-me vazia, fria...
E, racionalmente, sem grande razão porque aquela hora qualquer que seja o dia já os pequenos estão a dormir e, como tal, na prática não havia diferença nenhuma. Mas o que é facto é que havia!...

É fantástico ser pai, mas às vezes dá-me cada nó na mona que eu não sei como o desatar... Ou melhor, sei: é dar-lhes um grande abraço e cobri-los de beijos quando os volto a ver ao pé de mim!
Contado por Pai Babado às 11:38
post link | Conta coisas | favorito
|
9 comentários:
De mamaepedro a 20 de Janeiro de 2009 às 14:01
Sinto exactamente o mesmo, e muito poucas vezes ele não está comigo, até mesmo quando está a dormir a horas pouco comuns já sinto um grande vazio... Ser pai é isto mesmo, felizmente!!!

Bj
De Mamã e Tesourinhos a 21 de Janeiro de 2009 às 16:03
Pois é, por vezes temos saudades dos tempos em que eramos só nós, mas quando eles não estão por perto a casa fica tão grande!!!
Fica bem.
Bjs.
De Susana M. a 27 de Janeiro de 2009 às 00:45
Viva!!

fiquei contente por ter dado aqui um salto e ter visto 'posts' novos :)
Vou dar a minha contribuicao para este 'post', escrevendo sobre a visao metafisica da questao. :)
Nao 'e so' o autor dos post's que tem pacada :)

Este artigo nao 'e mais do que um exemplo da eterna luta entre o coracao e a nossa mente.
'E a luta de uma vida, para ser honesta.
A nossa mente 'e a eterna insatisfeita, nunca esta' contente e causa em no's a sensacao de que poderiamos estar sempre melhor sem.... aquilo que o coracao acha que nos satisfaz plenamente.
Por essa razao existe a meditacao: para sossegar a mente e conseguirmos chegar aquilo que verdadeiramente Somos e Sentimos, tudo regido pelo Coracao.
Na Medicina Tradicional Chinesa e outras orientais, o Coracao nao 'e so' visto como o orgao que bombeia o sangue (visao muito simplista), mas 'e o que gere todos os nossos sentimentos. Estamos tristes, o coracao fica pequenino, tudo se contrai. Estamos alegres, o coracao fica grande, parece que podemos abracar o mundo.
Sentimentos mais profundos estao ligados ao trabalho conjunto coracao/tiroide :), nao 'e por acaso que a Tiroide tem o 'dedo' nos batimentos do coracao e por ai' em diante.
Isto para dizer que 'e muito importante tudo o que guardamos ca' dentro e nao deixar que a mente esteja sempre a queixar-se das escolhas do Coracao. O Coracao escolheu ser Pai e ser Mae, o Coracao dos seus 'piquenos' escolheu serem Vossos Filhos, e esse sentimento deve prevalecer sempre, porque ele 'e a Vossa Alegria.
Nao esquecer: A Mente mente!
Da proxima vez que for atordoado com pensamentos deste genero, diga: Mente! Sossegadinha!
;)

Um abraco e Fiquem bem!
Susana M.
De paisagemviva2 a 3 de Fevereiro de 2009 às 09:02
Compreendo perfeitamente essa situação.
A nós acontece-nos o mesmo e realmente é incompreensível.
Aqueles "piolhitos" fazem-nos sentir tão sós quando cá não estão, só penso que um dia quando baterem asas o que nos irá acontecer?????
;)
Obrigado pelo prazer de ter este blog para ler.
Paisagemviva
De projecto bebé+ a 5 de Março de 2009 às 05:59
Os filhos, na sua inocência, são capazes de nos proporcionar os momentos mais felizes...

É por acreditarmos que as crianças são o nosso maior tesouro, que criámos o Projecto Bebé +, visite-nos e delicie-se com as nossas propostas...

blog: projectobebemais.blogs.sapo.pt
De ana a 18 de Março de 2009 às 12:42
Gostei muito do texto.
Deixo aqui algumas sugestões para o dia do Pai: http://aeiou.escape.expresso.pt/muito-bom-e-mais/19-de-marco-pai-es-o-maior:36-426930/#show_votes
De Artemisa a 30 de Março de 2009 às 18:13
Que post tão delicioso... :)

Parabéns!

PS: Escuteiro? :D
De Pai Babado a 6 de Abril de 2009 às 18:56
Olá!

Escuteiro, sim!
Completamente...
De Artemisa a 6 de Abril de 2009 às 20:07
Eu também! :)

Então... Uma canhota! :)

Comentar post

.Mais sobre mim

.Música de Pai

."Estórias" da História

. Já?!?!?!?!

. Exercício

. Invenções by Pedro (II)

. Invenções by Pedro

. Indiana Jon...er...Pedro

. Adoro...

. Dão-me a volta com uma pi...

. Para o que interessa...

. Ecologias

. Hoje... todos juntos

.Contos Antigos

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

C.N.Escutas
Caleidoscópio
Derivas
blogs SAPO

.subscrever feeds