Lilypie
Lilypie Fifth Birthday tickers
Quinta-feira, 16 de Novembro de 2006

Uma "bolachada"

A marcha do tempo é inexorável, imparável!
Chega mesmo a ser impiedosa.
Tomamos consciência disso, às vezes de uma forma brutal.
Prova disto mesmo é o crescimento dos filhos, com o consequente aumentar da sua capacidade de argumentação:
- Papá, que(r)o bolachinhas do Noddy.
- Ó filha já não temos, acabaram.
Pensei que a coisa ficasse por ali. Engano 1...
- Papá então que(r)o biscoitos da mamã.
Bom eu aqui já comecei a ficar meio zonzo.
Os biscoitos tinham sido uma ideia excelente da mãe (que até a conseguiu pôr a ajudar na confecção dos mesmos), mas que tinham acabado já há semanas. A memória dela é prodigiosa.
Retorqui:
- Ó filhota, já não há biscoitos. Acabaram há muito.
E sorri, convencido que tinha ganho a discussão. Engano 2...
- Papá, então que(r)o bolachas "nomais".
Fui ao tapete.
Como é que um pirralho deste tamanho consegue dar-me luta com três argumentos dentro da mesma temática?
É nestas alturas que sinto o peso dos anos, os cabelos brancos a despontarem, a incapacidade de argumentação tão típica de uma senilidade que se instala lenta, mas seguramente.
Por outro lado há dois pontos bons:
- a miúda é persistente, luta por aquilo que quer e não se deixa derrubar pelos obstáculos que se lhe deparam no caminho;
- o outro ponto é bom... mas não para mim!
É bom para a farmácia cá da terra, porque se isto agora anda assim quero ver como é que daqui a 10 anos vou ter arcaboiço para esgrimir argumentos com ela.
E a farmácia corre o risco de entrar no Guiness à conta dos analgésicos que me vai vender para fazer face às dores de cabeça que a pequena me vai dar...
Contado por Pai Babado às 17:44
post link | Conta coisas | favorito
|
4 comentários:
De pipokka a 17 de Novembro de 2006 às 14:01
hehe fabuloso! A pirralha não tem falta de argumentos...
tou mesmo a ver quando ela te começar a pedir para ir à discoteca e tu não quiseres deixá-la ir... vai arranjar-te TAAAANTOS argumentos que aí é que não te aguentas... lolol
De AnaD a 17 de Novembro de 2006 às 15:12
Descobri este blog por acaso nos blogs do sapo, adoro blogs de pais, sou filha e adoro o meu pai!

Vou continuar a visitar e a ficar enternecida.
De Anónimo a 17 de Novembro de 2006 às 16:36
Olá pai babado e familia linda!
Mais uma vez aqui estou no vosso cantinho para me deliciar com as vossas estorias.
Quero dizer-te que antes de mais és um exemplo, uma pessoa rara, um pai no verdadeiro sentido da palavra e serás concerteza um motivo de orgulho para a tua familia e um exelente exemplo para os teus filhos... Acho que serias um óptimo instructor... Nunca pensaste em dar aulas pós-parto, um módulo tipo: "Como ser Pai e sobreviver a todas as tropelias"... seria exelente.
Mudando de assunto, elegi o teu blogg para fazer parte dos meus favoritos, pois vale mesmo a pena.
Quanto a tropelias e aventuras com pirralhos dá uma espreitadela no nosso cantinho.
http://amoraosretalhos.blogspot.com/

Quanto a crescerem rápido... acho que te esqueceste dos Danoninhos e aunto á argumentação as miúdas são mesmo espertas e persistentes! Boa! Assim é que é.
Bjs
De Anónimo a 17 de Novembro de 2006 às 17:11
Uma dedicatória a todos os pais babados! Espero que gostem...

"Ser pai é mais do que parece...
Ser pai é mais do que gerar um filho, mais do que transmitir seus genes para a posteridade, antes é uma missão, a missão de ensinar seus filhos a serem melhores, e melhores que nós mesmos. Fazer um mundo melhor, mais humano, mais justo. Cada atitude é mais do que um simples falar, é uma lição de vida, de carinho e de amor.

Ser pai começa antes de gerarmos um filho, é uma vocação que nasce connosco, nas atitudes da vida inteira construímos ser pai, e o pai pode ser até quem não é pai, propriamente dito.

Ser pai é um compromisso, que nasce na promessa do casamento, na promessa de educar um filho . Como é bonito ver quem se deu o direito e assumiu o dever de ser pai. Compromisso que nunca mais o vai deixar, nem de dia e nem de noite, dele depende a vida de outro, um ser tão indefeso e dependente que ninguém mais pode fazer mais por ele.

Ser pai é dar muito valor à mãe dos seus filhos, não poderíamos ser pais sem as mães.

Ser pai é ser um exemplo, dar limites claros aos filhos, ser em tudo, mais em atitudes e gestos do que em palavras. Saber que se dizemos não para um filho é para educa-lo, para torna-lo melhor, é dizer um não com amor e quando dizemos sim mostramos o caminho a seguir. Um sim pode custar mais para nós em esforço e em sacrifício que um não.

Ser pai é ser a favor da vida, ter coragem e esperança acima do pessimismo, da cultura que nos empurra para nossas carreiras profissionais, para sermos egoístas e considerarmos filhos com um estorvo, e é ainda sobretudo deixar a vida brotar em nós.

Ser pai é estar presente, ser presente, custe o que custar: dinheiro, esforço, tempo. Não interessa como, precisamos participar da vida dos filhos, sem isto é impossível ser pai. Estar lá quando necessário é o mais importante para os filhos, é assim que eles sabem que nós os amamos. É não deixar que nada neste mundo possa nos separar.


Bj Paviz baby Matilde
http://amoraosretalhos.blogspot.com/

Comentar post

.Mais sobre mim

.Música de Pai

."Estórias" da História

. Já?!?!?!?!

. Exercício

. Invenções by Pedro (II)

. Invenções by Pedro

. Indiana Jon...er...Pedro

. Adoro...

. Dão-me a volta com uma pi...

. Para o que interessa...

. Ecologias

. Hoje... todos juntos

.Contos Antigos

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

C.N.Escutas
Caleidoscópio
Derivas
blogs SAPO

.subscrever feeds