Lilypie
Lilypie Fifth Birthday tickers
Terça-feira, 18 de Setembro de 2007

Haja decoro

Há alturas na vida em que ser pai é tremendamente compensador.
Alturas em que vemos que as atitudes e acções que os rebentos têm nos fazem esquecer as dificuldades. Fazem com que sejamos capazes de não dar importância às birras, aos choros, às noites mal dormidas, às intermináveis mudanças de fraldas, à desarrumação constante, etc., etc.
Uma das alturas em que começamos a sentir a recompensa chegar é quando eles começam a falar e somos capazes de perceber alguma gratidão e uma ligação que se reforça a cada dia.
O meu mais pequeno está nesta fase.
E o que é que ele já é capaz de dizer? Coisas simples como: mamã, cão (todos os animais do mundo são "cão"), uma vez ou outra já balbuciou á-gu-a e... txam , txam , txam , txam .... last but not least ...cocó!!!
É verdade: cocó!
Não é papá, nada disso. É cocó. Cocó (suspiro). Mas porquê? Valho menos que... (recuso-me a acabar esta frase. Um homem tem que ter dignidade.)
Há alturas na vida em que ser pai é tremendamente compensador mas esta (definitivamente) não é uma delas!!
Contado por Pai Babado às 15:13
post link | Conta coisas | ver comentários (5) | favorito
|
Quarta-feira, 12 de Setembro de 2007

Pré

Hoje foi o 1º dia da pequena na pré-escola.
Confesso que andava inquieto e preocupado, o que julgo ser perfeitamente natural. Preocupado que ela não se adaptasse à mudança radical dos hábitos dela, preocupado que não se adaptasse a estar longe de nós tanto tempo, às regras, às horas, eu sei lá mais o quê! Andava aqui a fazer um filme.
E não posso deixar de confessar que me sentia dividido: por um lado achava que estava mesmo na altura dela sair mais de casa e contactar mais com outros miúdos e outras pessoas; por outro tinha um receio irracional de que a partir de hoje ela deixasse de ser "só nossa" e nós passássemos para um nível secundário na vida dela.
E ela também contribuiu um pouco para esta minha insegurança pois pela primeira vez fez xi-xi na cama de noite.
Seja como for lá a levámos juntos à pré: bibe preparado ( e decorado pela mamã) e uma almofada (pedida pela educadora numa reunião prévia) cor de rosa em forma de flor e  com uma fita de cetim decorada por nós com tinta de relevo (tem desenhos do Pooh, do Tigre, uma casa, uma estrela, etc.)
Ao chegar ela estava um pouco receosa mas assim que viu outras meninas animou-se logo e soltou imediatamente a língua.
Ao chegar contou as novidades: fizeram pinturas com as mãos (ela pintou de verde), andaram nos escorregas e... estava feliz. Foi uma grande alegria para nós.
Entretanto já dorme. Certamente para recuperar forças para amanhã.
Mas sem dúvida que hoje impõe-se a canção do Sérgio Godinho:
"E vem-me à memória uma frase batida
Hoje é o 1º dia do resto da tua vida..."
Contado por Pai Babado às 19:16
post link | Conta coisas | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 11 de Setembro de 2007

Sonhos

Julgo que todos os pais, de vez em quando, sonham com o futuro dos seus filhos. Damos por nós a imaginar o que serão, o que farão, se serão felizes...
Confesso que da minha parte a grande preocupação é educá-los com determinados valores em que acredito de forma a que sejam seres humanos felizes e completos. Não tenho uma ideia concreta daquilo que gostava que fossem. Não ambiciono particularmente que sejam ricos e poderosos, nada disso. Se calhar pode ser defeito meu que não sou muito ambicioso... enfim sou ambicioso mas qb, ou seja sei que nunca vou ter um Aston Martin mas também não sou infeliz por isso. Dou muito mais valor à coesão, felicidade e união da minha família do que ao dinheiro. De certeza que nunca vou ser rico, mas... por mim tudo bem.
Voltando aos pequenos julgo que devo fazer o possível por lhes proporcionar as ferramentas necessárias a que eles se desenvolvam e sejam capazes de perseguir os seus sonhos.
Do mais pequeno o que posso dizer? Com a mania dele de fechar portas e barrar caminhos uma carreira no ramo da segurança pode ser uma opção.
Já a mais velha pode ser mais complicado... há dias disse-me num dos seus diálogos para comigo:
- Sabes papá, adorava ter umas asas. Adorava ser uma borboleta!!
 
Ora bolas, por muito boa vontade que tenha como é que eu a posso ajudar neste sonho? Ele há cada uma...
Contado por Pai Babado às 23:46
post link | Conta coisas | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 5 de Setembro de 2007

Do 1º para o 2º

Com a chegada de outro filho as nossas reacções são substancialmente diferentes. Já muita gente me tinha alertado para tal mas, honestamente, nunca tinha dado muito crédito a essas achegas. Agora vejo que são verdadeiras.
Por exemplo quando a pequena Mariana choramingava (ou gemia) soavam campainhas de alerta, iniciava-se uma correria, acho que só faltava chamar os Bombeiros ou a Protecção Civil. Com o Pedro a coisa já ia conforme o tipo de choro. Se era daquele choro do género "não se passa nada de especial" o mais normal era nós estarmos a dizer um ao outro "Vai lá que o miúdo está a chorar". Obviamente que isto não implica menor atenção ou cuidado, mas já vamos ficando mais calejados.
Outro aspecto que me saltou à vista hoje: mudámos o pequeno para o quarto dele há duas semanas. Têm sido noites difíceis, uma vez que ele dorme mal e acabamos (principalmente a minha mulher) por passar grande parte da noite na cama dele. E hoje pela primeira vez ele dormiu seguido desde a 01h até às 07. Quando acordámos simplesmente deliciámo-nos com o facto... Cada vez que me lembro da primeira vez que isso aconteceu com a pequena... que diferença! Quando acordámos demos um salto da cama os dois a gritar "A garota" e fomos em corrida para o quarto dela onde ela dormia tranquilamente. Então percebemos a nossa figura de totós pois afinal ela tinha-nos dado o que queríamos há muito tempo e nem assim estávamos contentes.
Enfim... tenho um amigo que diz que então com o 3º já nem se nota e eles quase fazem tudo sozinhos.
Acredito... mas dispenso fazer eu a experiência, obrigadíssimo!
Contado por Pai Babado às 12:17
post link | Conta coisas | ver comentários (5) | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Setembro de 2007

Upgrade ao nível de vida

Há algum tempo vi o nosso Governo anunciar com pompa e circunstância o apoio às famílias que querem ter mais filhos.
Na minha modesta opinião acho que estão a ir por um caminho errado...
Julgo que não é com mais uns quantos euros (poucos) que se incentiva um casal a ter mais filhos. Agora se mostrarem às pessoas que os filhos elevam o nosso nível de vida, aí sim já estamos a falar a sério. Há dúvidas? Eu também as tinha até que a verdade se me apresentou de forma absolutamente brutal.
Com dois filhos consegui ter uma coisa que nem em solteiro sonhava. A receita é simples:
- uma cama com um casal;
- uma noite de Verão com 30º C;
- um filho com mau dormir;
- uma filha que resolve também dormir mal na mesma noite.
Junta-se tudo na mesma cama e o que é que se obtém.....?
Um magnífico jacuzzi privado!
Soberbo, hã? Nem nos meus melhores sonhos....
Ah um jacuzzi... Digam lá se não é bem melhor que uns euritos. Vou já começar a tratar os meus filhos por você e treinar o sotaque de "tio de Cascais"...
Contado por Pai Babado às 20:07
post link | Conta coisas | ver comentários (8) | favorito
|

.Mais sobre mim

.Música de Pai

."Estórias" da História

. Já?!?!?!?!

. Exercício

. Invenções by Pedro (II)

. Invenções by Pedro

. Indiana Jon...er...Pedro

. Adoro...

. Dão-me a volta com uma pi...

. Para o que interessa...

. Ecologias

. Hoje... todos juntos

.Contos Antigos

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

C.N.Escutas
Caleidoscópio
Derivas
blogs SAPO

.subscrever feeds