Lilypie
Lilypie Fifth Birthday tickers
Terça-feira, 31 de Julho de 2007

Post -

Porque este tipo de post também existe e tem sentido, embora eu preferisse que não. Mas importa escrevê-los, sobretudo porque este nunca pretendeu ser um blog humorístico embora por vezes pareça...
Era tão bom poder passar uma borracha sobre o dia de hoje ou reacertar o calendário para ontem...
Comecei de manhã a disparatar contigo porque fizeste chi-chi no tapete da sala. Logo contigo que tens feito uma evolução absolutamente espantosa neste difícil processo de deixar as fraldas. De tal forma espantosa que largaste-as completamente, mesmo de noite, sem que até agora tenha havido qualquer incidente. Disparatei contigo logo agora que deixaste a chupeta completamente de lado, mesmo de noite, após a consulta com o pediatra por ele te dizer que fazia mal aos dentes...
À tarde mesmo antes de sair para o trabalho pediste-me para fazer contigo "bolinhas de sabão" mas eu, ocupado com uma treta qualquer, não te satisfiz o pedido.
E foi depois já no hospital, quando não podia estar contigo, que senti esta tristeza e esta sensação de ter desaproveitado completamente a parte do dia que podia passar contigo. E penso que daqui a uns tempos já serás tu a não querer passar tempo comigo...
Penso muitas vezes que não aproveito convenientemente o tempo disponível que tenho contigo e que, felizmente, é mais do que a maioria dos outros pais terá. Eu passo bastante tempo contigo, mas será que o passo bem? Às vezes tenho dúvidas disso.
Tentei emendar o erro e liguei para a mamã. Ela atendeu, perguntei por ti e vieste ao telefone. Quando te perguntei o que estavas a fazer respondeste naquela tua voz meiga e alegre que estavas a pôr bonecos no frigorífico. Quando te quis dizer mais qualquer coisa já tu tinhas arrancado para os teus afazeres. "Bem feito", pensei para mim próprio.
Agora já dormes no meu quarto, mas daqui a pouco vou pegar em ti e levar-te até à tua cama ao colo e depois deitar-te e dar-te um grande beijo e pedir que o dia de amanhã seja melhor aproveitado.
Ou continuarei a sentir-me...
Contado por Pai Babado às 23:55
post link | Conta coisas | ver comentários (5) | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Julho de 2007

Fases

Às vezes dou por mim a perguntar se Deus não será apenas um comediante que passa o tempo a pregar-nos partidas e a rir-se a bandeiras despregadas. Vem este insano pensamento a propósito de alguns timings de acidentes que vão acontecendo.
O pequenito está a viver (em pleno) aquela fase de abrir e fechar as portas dos armários. E está naquilo tempos infinitos, testando de maneira verdadeiramente homérica a resistência do material de que são feitos esses móveis.
Anteontem estava com a minha cara metade mergulhado em roupa para pôr a secar quando ele estava em plena laboração. Diz-me a esposa:
- Já não aguento mais ouvir estas portas a bater.
- Deixa lá que ele ainda não entrou na fase seguinte - digo eu.
- Qual fase?
- A de tirar tudo cá para fora de dentro dos armários.
- Ah pois é....

10 segundos depois disto: plim , PAM!!
Como uma flecha fui à cozinha. Ele muito calmo a olhar para as duas metades de um prato que tinha acabado de retirar do armário e que (naturalmente) se tinha partido.
E pronto... começou uma fase bem pior.

(Este rapaz está quase a fazer um ano mas os despojos de guerra já contabilizam 3 garrafas de vinho, um dispensador de sabonete em cerâmica e um prato. Muito mais estragos do que a irmã fez nos seus 3 anos...)
Contado por Pai Babado às 09:58
post link | Conta coisas | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Julho de 2007

Generation Gap

Pais e filhos terão sempre maneiras diferentes de ver o mundo. Para uns o copo estará sempre meio vazio e para os outros meio cheio. Acho que a única altura em que as opiniões se aproximam imenso é quando os filhos... se tornam pais! E mesmo aí as diferenças de opinião são grandes, uma vez que os pais se tornaram avós.
Mas vem isto a propósito de mais um desencontro de ideias com a minha pequena. Estávamos na praia, no meio de mais uma sessão de construções na areia quando ela me pede para fazer um castelo. A minha costela engenheira lá começou a trabalhar e pus mãos à obra:
Etapa 1: quatro baldes cheios de areia dispostos em rectângulo para formar as torres;
Etapa 2: preencher o espaço entre as torres com areia para fazer as muralhas;
Etapa 3: com o dedo fazer as ameias das muralhas, para conferir um aspecto mais realista à coisa.
Enquanto fui fazendo este processo ela foi-se entretendo a fazer figuras com os outros moldes.
Estava eu na fase final da coisa, a fazer as ameias e a imaginar já uma série de histórias para lhe contar, quando ela olhou para aquilo... e a primeira coisa que fez foi destruir TODAS as ameias com o seu dedito, uma a uma, sem dizer palavra.
Eu bem lhe tentei dizer que aquilo era uma coisa necessária para o castelo mas... debalde.

Acho que se esta cachopa tivesse sido rainha de Portugal noutra encarnação o nome deste blog seria algo do género "Estorias de un padre"
Contado por Pai Babado às 11:08
post link | Conta coisas | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Julho de 2007

Instituto Mariano de Meteorologia

Há uns anos apareceram na SIC umas meninas que apresentavam a meteorologia e na altura fizeram enorme furor. Depois desapareceram de circulação e aquilo perdeu muito do interesse.
No entanto, caso estejam interessados, há cá em casa uma menina que também tem os seu dotes para falar sobre o tempo:
Estávamos parados dentro do carro num dia de sol de torrar. Abri as janelas de forma a correr alguma aragem que nos podesse refrescar. Diz-me ela:
- Papá, fecha a janela que tenho muito frio.
Passados uns minutos estávamos na praia. Era um daqueles dias em que o vento levantava a areia de maneira que ela nos batia nas pernas de forma muito pouco agradável. Ela, indiferente a isso, queria continuar a fazer bolos de areia. Eu digo-lhe:
- Estou cheio de frio. Vamos embora.
- Não papá, não está frio nenhum. Vamos fazer bolos.

Com um sol de torrar ela queixa-se do vento. Com uma tempestade de areia quer fazer bolos!
Como disse antes ela pode servir para apresentar. O que eu não garanto é o rigor da informação, pois essa parece-me depender mais da motivação para brincadeira do que qualquer outra coisa.
Contado por Pai Babado às 11:35
post link | Conta coisas | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Julho de 2007

3 anos de Mariana

Faz hoje três anos que nasceste! 3 anos desde que a minha vida se alterou de forma significativa e indescritível! São 3 anos de ver-te crescer, de ver-te tornar cada vez mais independente, cada vez mais... Eu sei que o tempo em que posso considerar que és só nossa é cada vez mais curto. Se tudo correr bem em Setembro já irás para a pré e nessa altura todo um novo mundo se abrirá diante de ti. Mas tenho a firme certeza que com a tua enorme alegria de viver serás capaz de o abraçar de frente e vivê-lo intensamente.
Eu sei que nestes três anos tenho falhado contigo muitas vezes. Eu sei que muitas vezes berrei contigo, explodi, não tive paciência, disparatei... mas nestes 3 anos outra coisa também sei: O meu amor por ti cresceu em cada dia que passou, de tal maneira que às vezes parece que me sufoca. Outras vezes deixa-me só com uma sensação de plenitude, tranquilidade e serenidade quando olho para ti a dormir.
Este tempo tem também tido inúmeros momentos verdadeiramente hilariantes, alguns dos quais eu tenho registado neste espaço.
Uma coisa é certa: AMO-TE DE TODO O CORAÇÃO, minha "pincesa" pequenina, minha "Piquei", minha "Maíana".
Contado por Pai Babado às 23:26
post link | Conta coisas | ver comentários (8) | favorito
|
Domingo, 8 de Julho de 2007

E no entanto...

... move-se!
 
Contado por Pai Babado às 12:58
post link | Conta coisas | ver comentários (4) | favorito
|

.Mais sobre mim

.Música de Pai

."Estórias" da História

. Já?!?!?!?!

. Exercício

. Invenções by Pedro (II)

. Invenções by Pedro

. Indiana Jon...er...Pedro

. Adoro...

. Dão-me a volta com uma pi...

. Para o que interessa...

. Ecologias

. Hoje... todos juntos

.Contos Antigos

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

C.N.Escutas
Caleidoscópio
Derivas
blogs SAPO

.subscrever feeds