Lilypie
Lilypie Fifth Birthday tickers
Sexta-feira, 29 de Junho de 2007

Pérola de género

Julgo que todos os pais desejam que os seus filhos sejam capazes de manter e potenciar as características positivas que eles (pais) possuem. E dá-me gosto ver a forma desenrascada e a resposta pronta a superar qualquer dificuldade que a minha pequena tem. Acho que isso lhe pode ser útil em muitas circunstâncias mas...
Um dos momentos que os pequenos mais apreciaram no "Meu 1º Festival" foi um insuflável que era um comboio gigante. Aquilo basicamente era uma pista de obstáculos! Claro que quando se chegava ao fim havia que correr o mais rapidamente possível para o final da fila para andar outra vez. Pois... supostamente era assim: chegar e ir para o final da fila esperar pela sua vez. Só que a minha pequena entendia que quando chegava podia passar à frente de todos, mesmo alguns marmanjos de 8 e 9 anos. Eu bem que a puxava para o final da fila, mas ela resistia sempre. Então decidi explicar-lhe com toda a calma possível:
- Tu não podes passar à frente dos meninos, porque eles já estão aqui há mais tempo do que tu na fila.
Ela olhou para mim com aquele ar de que o argumento não a tinha convencido. Voltei a tentar:
- Quando há muitos meninos já sabes que é um de cada vez e os meninos não podem passar uns à frente dos outros.
Ela nesta altura deve-se ter cansado de me ouvir a pregar porque voltou-se para mim e deu-me o "seu" argumento, que de facto me arrumou completamente:
- Mas papá, eu sou uma menina...

Mas é evidente pois estava eu ali a falar em regras e mais regras para meninos e afinal aquilo não era para ela, simplesmente porque ela é uma menina!
Esta deve julgar que tem sangue azul ou é filha de algum ministro...
Contado por Pai Babado às 23:33
post link | Conta coisas | ver comentários (3) | favorito
|

Meu 1º Festival

Sim lá fomos. E todos contentes!!
Nós 4 mais o meu afilhado. 500 Km no lombo, carro lotado e... um dia em cheio, verdadeiramente esplêndido.
É evidente que nesta altura ainda estou a tentar recuperar o desgaste de um dia que começou às 5.15h e terminou às 0.30h do dia seguinte... mas por mim tudo bem. Os miúdos gostaram, nós também e demos o dinheiro por (muito) bem empregue.
O melhor de tudo é que até eu pude andar num insuflável enorme, porque a pequena não tinha força para trepar aquilo tudo até lá acima e eu não podia ficar de braços cruzados a vê-la a chorar, certo? Aproveitei ainda um insuflável de uma tartaruga gigante onde só estavam a minha filha e o meu afilhado para me mandar lá para dentro a tentar agarrá-los. Foi uma galhofa entre insufláveis, carros telecomandados, piscinas de bolas, concertos com o Bob e o Ruca (não vimos mais).
Se não houver azares na nossa vida e houver novamente... para o ano lá estamos (com mais um pequenito já a querer entrar nas brincadeiras também... vai ser lindo)!!
Contado por Pai Babado às 23:20
post link | Conta coisas | favorito
|
Quarta-feira, 27 de Junho de 2007

Põe-te a pau

A miúda no final das aulas na piscina e antes de ir para o chuveiro pede-me sempre duas bolachas. O problema é que sempre que lhe dou a caixa de bolachas tira no mínimo três... ou seja tira sempre mais 50% do que aquilo que pede inicialmente!
Tenho que me pôr a pau: enquanto forem bolachas menos mau, mas quando forem notas o caso aí fiará mais fino...
Contado por Pai Babado às 12:21
post link | Conta coisas | favorito
|

Carros

Quem me conhece sabe que gosto de carros. Gosto não naquele sentido técnico (porque de mecânica não percebo nada), mas gosto. Muito! Para mim os carros sempre foram um objecto de desejo talvez devido ao facto de em muito pequeno os meus pais terem tido necessidade de se desfazer do nosso Fiat 128 azul.
Assim sendo só pude satisfazer o meu desejo quando, um ano após estar a trabalhar depois de formado, comprei o meu carro. Evidentemente que sendo jovem e solteiro comprei logo um (modesto) GTI. Não me apercebi do erro mas tive logo um vislumbre da coisa quando fui a casa da minha namorada (e actual mulher) para darmos a 1ª voltinha e o meu futuro sogro me disse:
- Mostra lá a mala.
Eu abri a mala e ele... não disse nada.
"Não diz nada? Então mas e as jantes? E o volante em pele? E as embaladeiras? E...? E...? A mala?!! A mala?!! Porra, com tanta coisa fixe..." ( e de origem, que eu o único tuning que gosto é aquele feito pela AMG da Mercedes, a divisão M da BMW ou a linha S da Audi, mas para isso nem a trabalhar 24/7).
Claro que hoje em dia sou capaz de perceber que a experiência de vida do meu sogro lhe dava carradas de razão. Actualmente, com duas crianças pequenas sou obrigado a dizer aquilo que nos deviam ensinar quando somos pequenos e não temos muito dinheiro. Assim sendo aqui vai uma grande lição de vida para o mundo: LUXO É ESPAÇO!
E isto é particularmente verdadeiro nos dias em que vamos às compras. Nesses dias é que eu me apercebo que as jantes e o volante em pele servem de pouco. Nos dias em que é necessário enfiar no carro dois carrinhos de bebé, dois filhos e dezenas de sacas de compras eu juro... até me dá pena das compras tal é a forma como elas vêm ali comprimidas. Eu acho que se em Portugal houvesse uma associação do género LAPA (Liga dos Amigos dos Produtos Adquiridos) eu estava desgraçado com manifestações muito regulares à minha porta e teria que andar na rua com gabardine, chapéu e óculos de sol o tempo todo...
Contado por Pai Babado às 12:16
post link | Conta coisas | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 24 de Junho de 2007

Ena....fomos ao Oceanário

Na semana passada decidimos rumar ao Oceanário de Lisboa com a canalha. Estávamos convencidos que iria ser uma boa aposta para um dia bem passado, especialmente para a pequena que delira sempre que vê peixinhos num aquário.
Pois sim Srs. do Oceanário é tudo muito lindo, muito catita, muito bem explicado mas há uma pergunta que se impõe: ONDE ESTÃO AS TARTARUGAS? HÃ? AS TARTARUGAS?
Representação de 5 oceanos, milhares de peixes, peixes de que eu nunca ouvi falar, pinguins, papagaios do mar... E NÃO HÁ TARTARUGAS?
Eu sei que esta minha pergunta pode parecer excessiva, mas de facto vocês senhores do Oceanário conseguem conceber oceanos sem tartarugas? Pois a minha filha de quase 3 anos não consegue. E o facto de ela não o conseguir implicou que desde que vimos o primeiro aquário ela começou a dizer:
- Vamos ver as tartarugas, anda...

Eu bem tentei refrear o ímpeto :
- Olha aqui papagaios do mar tão giros. Eles mergulham e até nadam debaixo de água.
- Sim papá, mas as tartarugas são mais lindas!
E este diálogo repetiu-se até à exaustão, deixando-me cansado e com cara de parvo perante os outros visitantes que viam 10 réis de gente a querer ver o Oceanário a correr para encontrar TARTARUGAS.
No meio disto tudo apareceu uma alma caridosa que nos informou que o Oceanário de Lisboa NÃO TEM TARTARUGAS.
Ah, ah, ah, 2 horas depois de ter uma cachopa a metralhar-me descubro que não tem mesmo tartarugas... ah, ah... tartarugas...ah, ah.... não há..... 5 oceanos, milhões de litros de água, ah, ah, ah....e não há...não há......ah, ah, ah .....

Informamos que neste momento já não é o Pai Babado que escreve este post !
Ele está com uma camisa de forças e sob efeito de potentes sedativos, depois de ter sido visto a encaminhar-se para o aquário cá de casa onde vivem duas tartarugas, com uma enorme faca de trinchar enquanto murmurava: "Sopa....sopa...."
Contado por Pai Babado às 22:21
post link | Conta coisas | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Junho de 2007

Leis (de pais)

Em tempos que já lá vão passei "as passas do Algarve" com uma cadeira de Física. Mal sabia eu que a paternidade me iria pôr em posição privilegiada de perceber algumas coisas que, com um bocadinho de boa vontade, se podem considerar leis quase tão universais como as da própria Física. Senão vejamos:
Lei 1: o tempo gasto a preparar os miúdos para sair é inversamente proporcional ao tempo disponível.
Lei 2: A hora prevista de chegada a determinado local é aquela a que se consegue sair de casa.
Lei 3: a birra dos miúdos é directamente proporcional ao nosso estado de cansaço.
Lei 4: A sujidade na fralda é tanto maior quanto mais pequena for a quantidade de toalhetes disponíveis no dispensador.
 
Hã.... Física no seu estado mais puro!!
Contado por Pai Babado às 22:05
post link | Conta coisas | ver comentários (5) | favorito
|

Bon vivant

Acho que é a expressão que melhor define o meu pequeno na actualidade.
Isto porque o rapaz parece estar sempre (ou quase sempre) de bem com a vida, sorridente e bem disposto. Acresce ainda que um dos motivos que maior gozo lhe traz é a "condução" do seu veículo, a aranha. Vê-lo a correr a casa de lés a lés é um regalo, tal o domínio que ele já tem da coisa. Se a isto ainda acrescentarmos as gragalhadas emitidas quando vai a correr atrás da irmã, então o quadro é perfeito.
Outro dos motivos que lhe causa prazer é a comida. Especialmente agora que quando estamos à mesa ele "exige" ser colocado ao nosso colo e alimentado com aquilo que ele já consegue deglutir. E o sorriso, a expressão e os sons de prazer que ele tem são de embevecer...
Portanto com 10 meses de idade as coisas que lhe dão maior prazer na vida são: veículos e comida. Perante tal cenário como é possível não o considerar (já) um bon-vivant?
Contado por Pai Babado às 20:47
post link | Conta coisas | ver comentários (3) | favorito
|
Domingo, 3 de Junho de 2007

Sinto-me tããão recompensado pelo meu esforço

Nos últimos tempos os sonos da pequena têm sido mais tranquilos. Refiro-me aos nocturnos porque convencê-la a dormir durante o dia é uma tarefa (muito) árdua...
Mas, sem dúvida, as noites têm sido muito mais tranquilas do que era costume de tal forma que agora até é pouco habitual ter que ir ao quarto dela durante este período. Há dias em que ela chega às 19h e "aterra" completamente, tal é o nível de cansaço em que se encontra, ficando a dormir até de manhã.
O facto de estarem melhores não significa que estejam completamente livres de incómodos. Assim sendo na última noite eram cerca de 03h e lá fui eu, qual zombie, tentar aconchegá-la. Quando lá cheguei vi que ela estava com os olhos bem abertos e achei por bem deitar-me lá com ela. Fiz o possível por ocupar pouco espaço, coloquei-me de lado e adormeci. Pela manhã notei que ela não estava na cama. Levantei-me e quando cheguei à sala a minha esposa estava a dar papa ao mais novo e perguntou-me:
- Sabes onde está a pequena?
- Não, pensei que estava aqui.
- Está a dormir na nossa cama.
Fiquei um bocado espantado, mas a explicação foi ainda melhor:
- Ela chegou lá às 05h e disse que não conseguia dormir porque "o papá não pára quieto" e enfiou-se comigo na cama.

Uau , pensei eu, quer dizer estou aqui com uma dor no ombro de estar deitado de lado umas horas valentes "firme e hirto como uma barra de ferro" e é esta a paga que eu tenho.
Ainda pensei que de facto durante o sono me tivesse mexido e a pudesse ter incomodado, mas a minha mulher confirmou que quando foi ao quarto de manhã eu estava deitado de lado, sobre o ombro!!
A cereja no topo do bolo ocorreu já este noite quando após lhe ler a habitual história antes de dormir e de lhe dar o beijo de boa noite ela vira-se para mim e diz-me:
- Põe-te quieto, papá!

Há no atletismo uma prova de 110 metros barreiras mas, honestamente, eu acho que isso comparado com as provas que tem que se superar para ser pai é "coisa de meninos". Ser pai implica fazer 110 barreiras por metro...
Contado por Pai Babado às 23:45
post link | Conta coisas | ver comentários (5) | favorito
|

Prestação de serviços

Ando aqui a magicar uma forma de cortar nas despesas mensais.
Hoje na piscina tive uma epifania: posso utilizar a minha pequena como um bem de utilidade pública naquele espaço. A ideia surgiu-me quando me lembrei que há pessoas que pagam impulsos telefónicos (logo gastam €) a ligar para saberem a hora exacta a que estão.
Ora quando faltam exactamente cinco minutos para a aula de natação acabar o professor dá indicação que os miúdos podem andar à vontade para brincar... e é precisamente nessa altura que a minha pequena puxa pelos pulmões e manda um berro (Viva, viva, já posso bincá ) que toda a gente fica a saber qual é aquela hora: 19.05h ou 10.45h , conforme o dia da semana em que lá estamos.
Como tal acho que é apenas justo que as aulas me saiam mais baratas pelo serviço prestado à comunidade!
Contado por Pai Babado às 00:00
post link | Conta coisas | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 1 de Junho de 2007

Eliminação

Cá continua a saga de tentar controlar as necessidades eliminatórias da pequena. Os estímulos têm sido mais que muitos mas, julgo eu, sem lhe causar pressão de qualquer espécie.
Colocámos em prática o jogo que veio com o trono que comprámos para a sanita no Imaginarium.
E ontem deu-se um momento histórico: ela fez a sua primeira dejecção na sanita. O problema foi depois convencê-la a limpar o rabo enquanto ela dava pulos de contentamento. Mas logo de seguida tivemos que cumprir a promessa feita há vários meses e assim sendo:
Claro que isto é um combate longo e difícil.
Relatório de ontem: 4 cuecas, 3 calças, uma saia e dois pares de meias "molhados".
Hoje (e ainda são só 11.10h e este post já foi interrompido para mais uma mudança de roupa): 3 cuecas, 3 calças e duas meias.
Acho que isto vai ser de derrota em derrota até à vitória final...
Contado por Pai Babado às 11:12
post link | Conta coisas | ver comentários (11) | favorito
|

.Mais sobre mim

.Música de Pai

."Estórias" da História

. Já?!?!?!?!

. Exercício

. Invenções by Pedro (II)

. Invenções by Pedro

. Indiana Jon...er...Pedro

. Adoro...

. Dão-me a volta com uma pi...

. Para o que interessa...

. Ecologias

. Hoje... todos juntos

.Contos Antigos

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

C.N.Escutas
Caleidoscópio
Derivas
blogs SAPO

.subscrever feeds